#GhostStories

“O silêncio no parque era uma coisa assustadora, as garotas se assustavam a qualquer sopro do vento, mais não o suficiente para fazê-las desistir. Os garotos iam à frente, com a coragem e o medo por dentro.

Nada havia acontecido no parque de diversões depois que o reabriram, nada de acidentes, nem mesmo dentro daquela casa, isso era o que mais intrigava, o por que de não acontecer agora o massacre que aconteceu no passado. Os jovens por um momento ficaram boquiabertos, agora o medo ficara notável em cada face, estavam diante de uma enorme casa velha e com a frase : “Casa dos Espíritos”.

Ao lado da porta da frente havia um papel enorme como um pergaminho, descrevendo os personagens que lá habitavam, Anne sentiu calafrios ao ler cada palavra do que estava ali, os uivos do vento eram cada vez mais fortes a cada segundo e Daniel foi o porta voz das escrituras.”

– Murder House

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s