#Aleatoriedades: So it goes…

Estamos de novo em cima de uma cama, quem diria. Me faz agir como alguém em busca de um sonho, me faz agir como uma obsessiva procurando por quem abraçar. Me faz questionar se talvez outro cara seria capaz de me ter como você.

Uma, duas, três vezes, quantas vezes mais eu preciso de apaixonar por você?
A cada sorriso que eu dou sozinha enquanto lavo a louça do café, a cada vez que eu olho para alguém e procuro algo seu para me entreter, a cada vez que encontro novos amores para tentar esquecer.

Eu era espontânea demais, sarcástica demais, esperta demais até achar alguém que era demais no mesmo nível. Cedo demais, tarde demais, entrelaço demais enquanto você ria do meu jeito. Eu guardo tudo sobre você entre uma e outra lembrança, como se fosse algo precioso mas não muito. Algo que eu gosto de recordar, mas não muito.

Coisas são tão iguais entre nós que dá até nojo. Você é orgulhoso para admitir que também é difícil ficar sem me ver tomando café a noite na sua varanda enquanto  reclamo dos meus variados defeitos ou falo sem parar como sempre faço. Pois é difícil ficar sem você me olhando como se eu fosse a última coisa que você precisaria para viver.

 

2 comentários Adicione o seu

  1. Sara disse:

    que lindo texto, kami! ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s