Aquele orgulho que machuca

Você olha para elas e nada faz sentido, não é? Você se força a conhecer gente nova, sair pela cidade badalada e esbarrar em alguém que te faça ser alguém diferente. Mas não é o que você encontra, não é?

Você tenta não se lembrar daquele sorriso deitado do seu lado na cama, daquele sono pesado que você admirava à noite, daquele beijo que encaixou no seu, daquela varanda e todos os cafés que fez pra ela, e nada de apagar aquela sensação, certo? Você diz pra si mesmo que não foi nada, você mente tantas vezes que se perde em milhares de mentiras que cria, você esconde que deveria ficar com ela para sempre por que no final é só medo que você sente, não é mesmo? E você deixou-a para trás.

Aquela frustração foi maior do que o sentimento calado dentro do peito, então você decidiu ir embora de vez e pintar um espaço grande demais entre vocês.

Aquele orgulho que mata. Ah, aquele orgulho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star