ELA

Ela me fez ceder. Ela me fez ir contra tudo o que eu queria naquele momento.
Mas eu gostei de poder beijá-la de novo depois de tanto tempo.
Ela estava quente como sempre. Entre corpos, pele, mãos e abraços.
Eu fui contra tudo o que eu acredito para ficar ali deitado.
Ela me olhou como fazia e não disse nada como antes.
Mas eu sei, por detrás daquelas sardas, o que ela realmente sentia.
Eu sempre vou, ela sempre vai. Tem algo entre a gente que não vai mudar.
Ela disse que me amava, mas eu não me lembro disso.
Ela disse que sempre iria, mas eu não estava ali no momento.
E então eu disse que tanto faz, que acontece as vezes
mesmo querendo gritar para ela ficar.
Ela me fez ceder. Ela me fez lembrar de tudo daqueles dias de tempos atrás
Ela me disse adeus nas entrelinhas e escreveu mais um texto para finalizar
mesmo querendo gritar para eu ficar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star