Aquele orgulho que machuca

Você olha para elas e nada faz sentido, não é? Você se força a conhecer gente nova, sair pela cidade badalada e esbarrar em alguém que te faça ser alguém diferente. Mas não é o que você encontra, não é? Você tenta não se lembrar daquele sorriso deitado do seu lado na cama, daquele sono…

Block

Eu te bloqueei da minha vida como você não significasse mais nada. Eu prometi a mim mesma te manter assim até que eu esquecesse. Na verdade eu te escondi dentro de mim pra poder te esquecer aos poucos. Eu tentei ignorar cada lembrança boa que eu tive com você, estou apagando todas elas na esperança…

Adeus.

Eu repassava todas as conversas para entender onde eu havia errado. Na verdade eu sempre segurei a culpa para mim de algum jeito. Mas eu estava ali, e foi mais fácil dizer que não era para ser ao invés de tentar. O amor não é para covardes. Eu entendi que não dá para fugir de…

#ÉCrush: Tom – fucking beautiful- Ellis

Eu tinha que fazer uma postagem sobre a minha série favorita atualmente, né minha gente? Para quem me acompanha nas redes sociais, estou eu apaixonada pela série Lúcifer. Moreno alto, bonito e sensual é pouco para cantarolar para esse Deus…digo Diabo. Tom Ellis  nasceu no País de Gales, por isso esse sotaque britânico pura sedução….

#Aleatoriedades: So it goes…

Estamos de novo em cima de uma cama, quem diria. Me faz agir como alguém em busca de um sonho, me faz agir como uma obsessiva procurando por quem abraçar. Me faz questionar se talvez outro cara seria capaz de me ter como você. Uma, duas, três vezes, quantas vezes mais eu preciso de apaixonar…

#Aleatoriedades: Diga a ele

Então diga a ele que eu não pude ficar, o meu mundo é tão vasto e que ele não vai me alcançar. Eu quero mais do que promessas quebradas de um vazio de mentiras. Diga à ele para poupar papinhos furados, ir direto ao assunto, o meu destino nunca pertenceu a ninguém e eu cansei…

#CreepyStories: O Começo

Quando tinha meus 17/18 anos eu gostava de escrever histórias de terror. Mais especificamente, eu sonhava ou tinha pesadelos que eu sempre me lembrava e aproveitava para descrevê-los. Como a tecnologia de antigamente não era tão avançada, acabei perdendo, infelizmente, todos os meus textos. E como eu amava escrever. Hoje daria com certeza um livro…

#Aleatoriedades: minha montanha-russa emocional

Sua voz continua martelando em minha cabeça de novo, juntamente com aquele cheiro de cigarro vagabundo que você costumava fumar. Algo me dizia que não ia durar ou você iria embora, ou eu sairia sem me despedir. E quando você pensa que passou anos e mais milhares de anos, só se passaram duas horas e…

#aleatoriedades: O teatrinho acabou de vez

Quantas vezes eu me peguei pensando sobre o que eu estava fazendo ali. Eu não conseguia contar porque nunca sabia de onde tinha parado. Eu me perguntava todos os dias quando aquelas malditas lágrimas iriam embora. Até os meus pensamentos eram trancafiados dentro de mim por medo de abri-los e ser julgada até onde não…

#Aleatoriedades: Eu não pertenço a lugar algum

Eu estava lá de pé, por horas, olhando a água vir e voltar de um jeito que eu nunca tinha visto antes. Alguns anos depois você entende que nada vai fazer você ficar. Quando você percebe que não pertence a lugar algum, fica difícil tentar achar algum vínculo. Ou desculpa. Cabeça debaixo da água, um…