#Aleatoriedades: Me deixe falar sobre a série Lúcifer

Eu sei que já falei sobre essa série, mas me peguei pensando nela hoje enquanto encostava a cabeça no vidro do ônibus durante a viagem que faço para o trabalho. Não é uma história conto de fadas, e nem daquelas que você pode por seus filhos para assistir, mas está repleta daquelas morais que vemos em filmes da Disney.

O anjo caído. Eu não me lembro bem das aulas de catequese onde a professora falava sobre essa história, até porque não falavam muito sobre isso. O egoísmo, o orgulho o fez cair para o submundo, tendo que governar o inferno e torturar os que chegavam por lá. Isso é tudo o que me ensinaram. O que não ensinaram é que esses adjetivos, mais tarde, também seriam encontrados nos humanos.

Entre idas e vindas, na série existem alguns fatos diferentes. Lúcifer tirou férias do seu trono no inferno para conhecer Los Angeles, conheceu a detetive Decker e pá…se apaixonou – mesmo que ele ainda não deu o braço a torcer e não disse nada á ela sobre estar nesta condição. Então, vemos um dos personagens mais terríveis da crianção deixando o orgulho, o egoísmo e o ódio totalmente de lado para cuidar de uma humana por quem se apaixonou. Seria um plot twist, não?

Eu nunca fui religiosa, ou mesmo acreditei nas histórias da bíblia e tudo envolta disso. Mas toda essa série e o jogo dos personagens, por mais ficcional que seja, me fez acreditar em algumas “morais”. Na verdade, tudo na vida podemos tirar como um ensinamento, até uma série a princípio boba e sem pretensão de nada.

E sabe por que eu gosto tanto desta série? Ela mostra que mesmo os nossos piores lados podem ser amados e podem amar também.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, texto

#ÉCrush: Tom – fucking beautiful- Ellis

Eu tinha que fazer uma postagem sobre a minha série favorita atualmente, né minha gente? Para quem me acompanha nas redes sociais, estou eu apaixonada pela série Lúcifer. Moreno alto, bonito e sensual é pouco para cantarolar para esse Deus…digo Diabo. Tom Ellis  nasceu no País de Gales, por isso esse sotaque britânico pura sedução. Ele tem 39 aninhos e atualmente namora (choremos, humanas!).

Tom roubou nossos corações no papel do Anjo Caído Lucifer, consultor da polícia de Los Angeles e parceiro da linda Clhoe Decker, detetive da homicídios. Gente, vocês tem noção de quanto eu torço por um amorzinho entre esses dois? Não, não tem!

Agora, para embelezar ainda mais este post, vou por algumas fotinhas desse lindo! Não vou me prolongar nas palavras, não é isso que queremos ver 😉