#Aleatoriedades: Me deixe falar sobre a série Lúcifer

Eu sei que já falei sobre essa série, mas me peguei pensando nela hoje enquanto encostava a cabeça no vidro do ônibus durante a viagem que faço para o trabalho. Não é uma história conto de fadas, e nem daquelas que você pode por seus filhos para assistir, mas está repleta daquelas morais que vemos em filmes da Disney.

O anjo caído. Eu não me lembro bem das aulas de catequese onde a professora falava sobre essa história, até porque não falavam muito sobre isso. O egoísmo, o orgulho o fez cair para o submundo, tendo que governar o inferno e torturar os que chegavam por lá. Isso é tudo o que me ensinaram. O que não ensinaram é que esses adjetivos, mais tarde, também seriam encontrados nos humanos.

Entre idas e vindas, na série existem alguns fatos diferentes. Lúcifer tirou férias do seu trono no inferno para conhecer Los Angeles, conheceu a detetive Decker e pá…se apaixonou – mesmo que ele ainda não deu o braço a torcer e não disse nada á ela sobre estar nesta condição. Então, vemos um dos personagens mais terríveis da crianção deixando o orgulho, o egoísmo e o ódio totalmente de lado para cuidar de uma humana por quem se apaixonou. Seria um plot twist, não?

Eu nunca fui religiosa, ou mesmo acreditei nas histórias da bíblia e tudo envolta disso. Mas toda essa série e o jogo dos personagens, por mais ficcional que seja, me fez acreditar em algumas “morais”. Na verdade, tudo na vida podemos tirar como um ensinamento, até uma série a princípio boba e sem pretensão de nada.

E sabe por que eu gosto tanto desta série? Ela mostra que mesmo os nossos piores lados podem ser amados e podem amar também.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, texto

#AlôMarciano: Questões de credibilidade

Desde 2008 os ufólogos vêm encontrando sinais de vida alienígena com maior frequência em solo brasileiro, literalmente. Os Agroglifos, nome dado aos conhecidos círculos em plantações, ocorreu pela primeira vez em novembro de 2008 em Ipuaçu, Santa Catarina, e não parou mais.
Em 2015 houve dois registros de agroglifos. Em Prudentópolis, no Paraná, e também na cidade de Ipuaçu. O último, reportado pelo ufólogo Ademar Gevaerd em todas as suas redes sociais e atualizando o público sobre informações, aconteceu novamente na cidade de Ipuaçu, em 27 de novembro de 2016. A figura possuía dois círculos, com um tipo de desenho de pétalas de flor.
Gevaerd diz em sua palestra no VII Fórum Mundial de Ufologia, em 2016, que não confirma um agroglifo como legítimo só porque não houve motivação ou um indivíduo que o fez. Em 2013, quando os sinais continuaram a aparecer, a pesquisa feita por ele teve a participação de um perito criminal especialista em reconstituição de cenários de crime, Toni Inajar Kurowski, com 30 anos de experiência.

A equipe aumentou. Mais três profissionais analisaram os círculos; um especialista em eletrônica e comunicação digital, que analisou a radioatividade do local; um engenheiro agrônomo para pesquisar o solo e a plantação de trigo e por fim, um físico, que colheu e analisou amostras de solo.
A credibilidade dos fatos afirma-se com a presença e pesquisa de especialista em cada área na qual o caso se encontra. Os processos de investigação se tornam mais completos, assim como laudos técnicos e que comprovam a veracidade das informações.

Além disso, a ufologia, como qualquer outro campo da ciência, possui um código de ética. Criada em outubro de 1994, em São Paulo, pelo pioneiro da ufologia brasileira Arismaris Baraldi Dias, o documento “Código de ética dos ufólogos” possui vários artigos e sessões onde são impostas aos profissionais condutas a seguir, de forma que preserve a autenticidade de pesquisas e transparência da profissão, e está disponível para consulta no site da Revista UFO. No Capítulo III, que diz respeito as proibições, o artigo 6 faz menção a um tópico importante, é proibido “Deturpar, intencionalmente, a interpretação do conteúdo explícito ou implícito em documentos, obras de cunho ufológico e outros, com o intuito de iludir a boa fé de outrem;” (DIAS, Arquivo UFO, 2009).
Em seu livro Arquivo UFO – Alerta Brasil, o ufólogo e professor do curso de Comunicação Social da Universidade Paulista UNIP Omar Bueno, retrata vários casos de aparições de OVNIs de 1954 à 1979 em várias cidades do Brasil. A maioria dos casos possui análises e pesquisas para testar a veracidade da situação, como exames de laboratórios e profissionais especialistas. Ele diz que “Investigações registraram mais de cem aparições de ocupantes de OVNIs apenas no ano de 1954 e de lá para cá, as narrativas fora se tornando cada vez mais frequentes. ” (BUENO, 1980, página 7).

#aleatoriedades: se eu te conheço bem…

Eu te vi chorando quieta em um canto do quarto. Eu te vi, depois de muito tempo sem acreditar em nada, rezando para que algum milagre realmente aconteça. Esquece, garota, ele pode não ser como os outros, mas ele vai te deixar também. Ele não mentiu, ele não deu desculpas, ele não se livrou de você de primeira. Mas não tem como, esqueça.

Você precisa ser mais forte. Menos aquela menina romântica, mais aquela que se finge de durona. Certas coisas não valem a pena, você simplesmente não consegue trazer para perto. Eu sei que você tá sofrendo calada, o que está sendo ainda pior. Essa máscara vai cair e você com certeza vai desmoronar em algum momento. Mas você já aguentou coisas bem ruins, e se eu te conheço bem, vai sobreviver como sempre fez. Garota, não chore, como diz aquele gato que você tanto adora “ninguém conseguiu nada com lágrimas”.

Vamos, tome este conselho. Cale seus sentimentos, não deixe que eles gritem por você. Por hora, evitará todo este sofrimento.

#Netflix: aquela série para ficar grudado

Quer suspense, @?
Pois então aqui vem um drama/suspense pesadíssimo para vocês.
“Retribution” é a nova série da nossa querida Netflix e traz um super drama familiar.
Adam e Gracie, recém-casados, são mortos em sua casa ao voltarem da lua de mel. Seus pais ficam devastados, mas se unem, mesmo tendo desavenças entre seus membros. Um acidente acontece perto da casa das famílias e no carro encontra-se um visitante desconhecido, por hora.

Decisões difíceis, um enredo instigante e atores muito bons, a trama familiar te cativa desde o momento que você assiste o primeiro episódio. Segredos podem vir à tona e fazer com que tudo vá por água abaixo. “Retribution” além de ser muito bom no quesito trama, ainda dá uma pitadinha daquele suspense que nós adoramos.

Já disponível no streamming ❤